fuga, assim como cânone, é uma composição musical com várias vozes anunciando um mesmo tema. essas vozes possuem um atraso entre elas e se entrelaçam, fazendo contraponto entre vozes. fugas normalmente são monotemáticas, ou seja, costumam possuir apenas um tema.

uma fuga é mais complexa do que um cânone, e traz mais possibilidade de expressão artística e de emoções. as imitações podem ter diferentes tonalidades, ritmos e inversões. além disso, fugas costumam ter mais vozes do que os cânones.

em uma fuga em três partes, por exemplo, o tema é anunciado em 3 vozes diferentes; em uma fuga em quatro partes o tema é anunciado em 4 vozes. as variações são similares às variações dos cânones.

a fuga não é uma fórmula rígida, cada compositor usa de uma forma. fugas podem ser escritas para um único instrumento ou para uma orquestra inteira. é necessária muita habilidade do compositor, que precisa compor uma melodia interessante que funcione bem como tema principal e também possa ser imitada, funcionando como uma melodia e também como parte de harmonizações dessa mesma melodia.